Como acalmar seu cachorro que tem medo de barulhos?

como acalmar seu cachorro que tem medo de barulhos

Ter medo de barulhos altos é um problema frequente para os cães, isso sem considerar raça ou idade, pois eles possuem uma audição muito sensível. Aí vem a questão que tentaremos ajudar que é como acalmar seu cachorro que tem medo de barulhos?

Existe uma variedade grande de barulhos que incomodam os cães, dentre eles os mais comuns são fogos de artifício, sirenes, tempestades, motores, e gritos. E a reação mais comum na maioria dos casos é correr, uivar e se esconder embaixo da cama, por exemplo.

Mas como podemos ajudá-los a superar o medo de barulhos?

Mesmo ensinando seu cão a aguentar barulhos repentinos, é importante ressaltar que em algum momento o limite dele poderá ser superado pelo medo, pois é comum que algumas fobias nunca desapareçam completamente, levando-se em conta que o cão interprete esse estímulo como sendo prejudicial a ele ou mesmo desagradável, eles ainda tentarão evitar primeiro.

Entenda seu cão

Primeira coisa a se fazer quando percebemos que o cão está assustado é ficar perto dele, procurar distraí-lo com seu brinquedo preferidochamar sua atenção, mas sem ser de forma triste, pois de maneira contrária, ele irá pensar que está certo em ter medo.

Esteja sempre calmo, não mime seu cão, pois isso irá significar pra ele que ele está sendo recompensado com um comportamento não normal.

Associação positiva

Nesses momentos de inquietação deles, busque mudar sua atenção para algo que ele ame, como seus petiscos. Nada pode ser mais persuasivo que o lanchinho preferido dele, não acha?

No momento em que temos uma combinação de algo que eles gostam em conjunto com uma situação desconfortável, estaremos buscando transformar ela em uma experiência positiva para o cão.

Dessensibilizar o cão reduz o medo de barulhos

Dessensibilizar o cão é uma técnica específica que visa ajudar o cão a superar o medo de barulhos.

Essa técnica consiste em expor o animal de forma gradual a eventos que ele não goste, pois dessa forma iremos começar a tornar esse evento familiar para ele ao longo do tempo, reduzindo com isso a reação ao seus próprios estímulos.

Em todo caso, se ainda assim, você não tiver resultados positivos, o ideal é buscar uma opinião profissional, pois ele saberá como encontrar a solução adequada para acalmar seu cão nessas situações difíceis.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram